O Presidente da república Jair Bolsonaro anunciou hoje que “Os primeiros passos continuam sendo dados após o Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes e sua equipe, encerrarem sua agenda em Israel com a aproximação de investidores e governo de Israel“.

Sim, a Imprensa brasileira praticamente não noticiou, preferiu apenas apontar supostos erros ocorridos em Brumadinho-MG. Porém, enquanto bombeiros brasileiros e militares israelenses lutavam para salvar vidas  humanas e animais, o Ministro Marcos Pontes estava em visita a Israel, conhecendo tecnologias e negociando uma excelente parceria.

Ministro Marcos Pontes em negociações em Israel – Foto via Facebook

Uma das melhores negociações rendeu uma doação (de Israel para o Brasil) de dez máquinas de médio porte, cada uma apta a produzir 900 litros de água potável, de acordo com a umidade do ar do local que a máquina for instalada e uma de pequeno porte, que pode produzir até 30 litros de água potável por dia, que será utilizada em atividades educacionais.  A empresa que fabrica (e doou) estas máquinas é a Watergen e afirma que esta máquina literalmente transforma ar em água.  A WaterGen não é a primeira empresa a fabricar um dispositivo com essa função, mas afirma que sua máquina, também conhecida como gerador de água atmosférico, é muito mais potente do que outros dispositivos disponíveis no mercado

O Presidente Jair Bolsonaro informou também que “Os testes de efetividade dessas máquinas ocorrerão em diferentes locais. Elas funcionam em ambientes com umidade do ar a partir de 15% e deverão ser instaladas em escolas, hospitais e algumas comunidades com grandes desafios hídricos“.

Saiba mais sobre a Watergen, clique aqui

Site oficial da empresa, clique aqui

Leia mais sobre parceria Brasil e Israel, clique aqui