Fabrício Queiroz

O Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) identificou “movimentações atípicas” na conta do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, um dos filhos do Presidente, no total de R$ 1,2 milhão. Queiroz deixou o gabinete de Flávio Bolsonaro em outubro de 2018. O estranho neste episódio é que o COAF, que muita gente nem sabia que existia, nunca identificou os desvios astronômicos de verba realizados em governos anteriores. E o tema Queiroz tem repercutido tanto na mídia que há necessidade de uma análise mais profunda. É o que farei neste pequeno artigo. Leia e tire suas conclusões.

Depois de um suposto sumiço, o que serviu para esquentar a discussão, Fabrício Queiroz foi entrevistado por Débora Bergamasco (SBT) e citou, na entrevista, que ele recebe (ou recebia até sua saída do gabinete) aproximadamente dez mil reais mensais do gabinete, dez mil reais mensais dos proventos da Polícia Militar e também comprava e vendia veículos. Assim sua renda fixa mensal seria de aproximadamente vinte mil reais e sua renda variável de acordo com os lucros das negociações de carros. Ele também pediu um empréstimo ao, na época, deputado e atual Presidente da República, Jair Bolsonaro, no valor de quarenta mil reais e pagou em 10 cheques de quatro mil reais. Queiroz tem sido acusado de depositar seis desses cheques ou o valor de vinte e quatro mil reais foram depositados na conta da atual Primeira-Dama, Michelle Bolsonaro. Mas ele alega que não houve este depósito de vinte e quatro mim reais e sim os cheques que somam no total quarenta mil reais. Esta afirmação já havia sido feita por Jair Bolsonaro. Os depósitos que tem sido denunciados como supostamente ilegais foram feitos pela filha e pela esposa dele, realizados entre Janeiro de 2016 e Janeiro de 2017 e, segundo Queiroz, a intenção era comprar um apartamento e decidiram que depositariam tudo na conta dele. Há ainda alguns valores baixos realizados por colegas do gabinete, estes depósitos Queiroz disse preferir esclarecer só ao Ministério Público.

Vale lembrar que a entrevista foi realizada em quase vinte e três minutos, mas o UOL levou ao ar apenas um minuto e quarenta e cinco segundos. E em cima destes menos de dois minutos, como sempre, manipulou artigo que tem sido exaustivamente divulgado. No vídeo original,  Queiroz chegou a relatar que tem uma cirurgia (no ombro) marcada, teve tosse e “problema na urina” durante a campanha eleitoral e, há tempos está evacuando um pouco de sangue. Até isso o pobre revelou, mas para muitos eles foi “inconsistente”. Há quem diga que ele era motorista, mas ele se intitula “assessor parlamentar” e “coordenador de segurança”. Isentou totalmente Flavio Bolsonaro, elogiou-o como honesto, digno. E justificou sua ausência aos depoimentos por questões de saúde. Ao final, ele pediu desculpas a família Bolsonaro, em especial a Michele Bolsonaro, a quem muito elogiou.

Embora muitas pessoas comentem que ele “gaguejou” muito durante a entrevista, não notei isso. O que ocorreu é que ele não tem o dom da palavra e se explicou de forma um pouco confusa em alguns momentos. E frisou que alguns detalhes só pretende falar em depoimento ao MP. E pode ter ficado constrangido em informar o nome do Hospital onde esteve e do Médico que o atendeu porque a Imprensa poderia expô-los muito, da mesma forma como tem feito com a família Bolsonaro.

Enfim, penso que isso tudo deve ser muito bem averiguado. Se ele, de fato, dever algo deverá ser punido. Mas há questões muito mais sérias que também devem ser averiguadas e não tem sido sequer relatadas. Uma delas é a questão da ex presidente Dilma Roussef e os milhões desviados para Cuba. Se vão expor exaustivamente o caso Queiroz, devem expor e averiguar imediatamente Dilma cita, em vídeo, que “o Brasil” investiu 802 milhões de dólares (BNDES) em Cuba e, na sequência, investiria mais 290 milhões de dólares. Faz sentido, o Brasil não tem desempregados, tem um sistema de saúde perfeito, educação de primeiro mundo. Já que sobra tanto dinheiro, vamos investir em Cuba. No meu entendimento, este é um caso gravíssimo que deve ter prioridade na investigação. Por que não está sendo sequer citado? Se vão condenar o Queiroz por um milhão e duzentos mil, o que estão esperando para condenar também a Dilma por mais de um bilhão, além do sistema “Mais Espiões”, ops “Mais Médicos” e outros tantos desvios de dinheiro público?

E a declaração de Lula quanto aos seus rendimentos mensais, segundo o Jovem Pan Online São seis e pouco (mil reais) de aposentadoria, mais os 20 (mil reais) que minha mulher recebia, que passou pra 30 (mil reais), mas ela não recebeu nenhum de 30 (mil reais) porque morreu antes. Pode dar 30 mil, mas tem mais porque tem doação para os meus filhos…poderia chegar a quanto…50 mil. Eu não sei, eu tô tentando chutar aqui”, disse Lula.

Lembrando que os seis mil e pouco de “aposentadoria”, na verdade é uma renda que ele recebe desde 1993 como “anistiado político”, a mulher dele Marisa Letícia deixou uma pensão de vinte mil reais que aumentou para trinta mil reais, sem que se saiba de onde ela conseguiu acumular, alguns dizem que ela “vendia Avon” (?) E ainda há uma renda de vinte e cinco mil reais mensais de uma empresa de “palestras”, uma pessoa com o conteúdo de Lula deve palestrar sobre qual tema?

“Põe o Queiroz na roda”, mas põe também a Dilma, verifica a pensão que a Marisa Letícia deixou para o Lula e outras rendas que ele se “enrola” para especificar. Averiguem PT e PDT que fizeram as maiores movimentações de dinheiro através de seus assessores, 49 milhões e 39 milhões respectivamente. E outras histórias mal contatas que estão esquecidas enquanto o Queiroz cai na boca do povo.

Finalizando, há uma grande diferença entre um “desvio” de ex funcionário de um dos filhos do Presidente e os desvios feitos pelos ex presidentes Lula e Dilma, durante suas gestões.

A bola da vez é o Queiroz? Ok, mas cadê os outros?

Assista a Dilma discursando sobre toda a verba do Brasil “investida” em Cuba:

Leia Coaf pode aplicar punições imediatas, EBC, clique aqui

 

Assista entrevista do Queiroz no SBT: 

Conheça os livros impressos e Digitais de Anna Lou Olivier (Lou de Olivier)

Leia matéria Jovem Pan sobre Lula e seus rendimentos inexplicáveis, clique aqui

Leia matéria sobre Queiroz, R7, clique aqui