Bolsonaro foto pública Internet (acervo pessoal)

De imediato, preciso informar que este artigo existe, acima de tudo, pelo disparate que é o fato de alguém ganhar uma eleição em Outubro, só poder assumir o comando em Janeiro e, enquanto isso, o presidente anterior continuar agindo como se nada tivesse ocorrido.

Não fosse por isso, eu nem precisaria escrever nada. Mas, como isso ocorre e, desta vez, está ocorrendo de forma desordenada, preciso citar uns pontos essenciais.

Votei no Bolsonaro, desde setembro parei tudo que fazia para me dedicar só à campanha, apenas para termos um Brasil melhor. Mas o que assisto agora me faz refletir, em vários ângulos. E, antes de enumerar os pontos, informo que votei e lutei pela eleição do Bolsonaro, não por imaginá-lo um “salvador da pátria”, mas porque todos os outros estavam no mesmo mar de lama. Num país sério, a maioria, exceto Amoedo e Bolsonaro, já estaria na prisão e nem sequer disputariam eleições. Já fui militante política e delegada de votação, sei bem como funciona o “jogo”, por isso estava afastada há anos de política. Só voltei para auxiliar nesta eleição para não colocar mais um BANDIDO no poder. O que questiono neste artigo, é o disparate entre ganhar uma eleição e chegar, de fato, ao poder. Este SISTEMA podre que continua imperando e independe de qualquer atitude de quem quer que seja. É contra isso que devemos lutar, é isso que devemos vencer. 

Analisemos: Atitude não é para ser anunciada, comemorada e compartilhada. Atitude deve ser tomada e executada. O que tem acontecido é que o Bolsonaro anuncia algo pelas redes sociais, os seguidores compartilham e logo todos estão sabendo do que ele pretende fazer em JANEIRO. Ai é que está o problema, se ele só vai fazer em Janeiro, deveria haver mais discrição nesta divulgação com antecedência, pois isso acaba alertando justo quem deverá (ou deveria) ser punido. E, como o atual presidente (Temer) faz parte do bando, óbvio que tudo faz para dificultar em todos os sentidos as decisões do Bolsonaro.

Raciocinemos: Tanto se anunciou uma CPI da Lei Rouanet, que nenhum dos “artistas” e “beneficiados” envolvidos está mais no Brasil. Muitos ou já moram ou se mudaram recentemente para o exterior. Seria bem mais fácil, pegá-los de “surpresa” aqui no Brasil. Agora, até podem ser localizados, mas dependerá do país para onde se mudaram, do Presidente do país, de burocracia, etc.

Caso parecido ocorre com os pseudomédicos cubanos que deixam o país levando informações, eletroeletrônicos e sabe-se lá mais o quê. Ninguém os detém para averiguação. A partir do momento que chegam em Cuba, nunca mais serão pegos.

Fim da verba para Imprensa, também tão anunciada, a Imprensa continua aproveitando para deturpar todas as notícias, cada vez mais. Melhor seria, aguardar Janeiro e cortar de vez a verba.

Escola sem partido já chegou até a agressões físicas em meio à audiência pública. E nada se resolveu de concreto. Combate à criminalidade também tão anunciada, a quem encontrará? Até os chefinhos da “Resistência” já foram fotografados “sofrendo muito” em “Paris”. Verdade ou fake news? Não se sabe, mas que já devem estar bem longe, isso devem. E a tão anunciada abertura da caixa-preta do BNDES? Agora se anuncia que pode ser liberado o “Indulto de Temer de 2017” que pode perdoar 80% da pena dos corruptos. E convoca o povo para reagir. Ora, o povo já reagiu, votando em Bolsonaro. Tudo bem que ele só assumirá em Janeiro, mas então porque todas as atitudes que serão tomadas em Janeiro já foram exaustivamente anunciadas? Isso não é a brincadeira do esconde-esconde, é o presente e o futuro do Brasil.

Foto: Divulgação (captada na Internet)

Entendo que a situação é crítica e que Bolsonaro tem honestidade e boa vontade, mas é necessário também agir invés de anunciar o que pretende fazer em Janeiro. Anunciar atitudes só beneficia os que devem, para terem tempo de acabar com as provas e fugir que é o que está ocorrendo. Percebo que ele está dando ênfase para atitudes mais espiritualizadas de imediato, como a mudança da Embaixada Brasileira para Jerusalém. Mas esta medida, embora seja algo marcado para acontecer e seja benéfica às comunidades, judaica e cristã, pode não ser bem compreendida por pessoas leigas e/ou desconectadas destas informações. Entendo perfeitamente a grande pressão que Bolsonaro deve estar sofrendo e percebo sua grande vontade de acertar. Também sei que, se os culpados não forem punidos materialmente, o próprio Universo fará a cobrança, como sempre faz em casos assim. Mas estas cobranças do Universo trazem consequências, por isso, é sempre bom agirmos antes disso. 

Estes pontos devem ser frisados e repensados para que, de fato, tenhamos um novo Brasil a partir de Janeiro. Desde setembro, me empenhei de forma integral em eleger Bolsonaro. Ofereci assessoria gratuita, ofereci até um superprojeto para educação e cultura. Contatei toda a equipe, filhos e o próprio Bolsonaro por diversas redes e emails. Sei que o Sistema pode desviar mensagens, mas é impossível que nenhuma mensagem tenha chegado, principalmente as iniciais. Ninguém me respondeu. Estou me sentindo até envergonhada por insistir tanto pela atenção dele, mas a vontade de ter um Brasil renovado é tanta que até me excedi em contatos e por não ter obtido nenhuma resposta, penso que a culpa deve ser minha por ser tão xereta, sempre falar de forma futurista, oferecendo ajuda a quem não me pediu. Então o melhor é me afastar. Ainda publicarei um artigo sobre Escola Sem Partido. No mais, aguardarei Janeiro chegar.

Por tudo isso, estou reativando minhas palestras, divulgando meus livros, (alguns estão em promoção), voltando a cuidar das minhas coisas porque as contas vencem, a vida continua, inclusive, por fazer campanha para o Bolsonaro, perdi muitos leitores e contatos e preciso recomeçar e conquistar novos leitores. Refazer meus contatos. Aproveito para anunciar que estou lançando um novo site específico de Multiterapia, minha técnica que o exterior consagrou, enquanto o Brasil rejeitou. Isso interessa a todos que RESPIRAM porque alguns minutos sem respirar, podem fazer uma pessoa precisar da Multiterapia e nem saber que ela existe, graças a mídia corrompida e a falta de apoio que enfrento no Brasil. É minha última tentativa de implantar minha técnica no Brasil. Aproveite para conhecer algo que existe desde a década de 1980, aprimorada por mais de 40 anos, já aplaudida em diversos países, só o Brasil, onde minha técnica nasceu, não sabe de nada…

Por enquanto está disponível neste link: https://portugues.loudeolivier.com.br/Multiterapia.php

Em breve terá o site oficial de volta que é o www.multiterapia.med.br