Início > animais, e-books e livros, jornalismo, Lou de Olivier, Romances e contos, utilidade pública, verdades > Greve de caminhoneiros reflete a real importância das profissões

Greve de caminhoneiros reflete a real importância das profissões

Foto do site Dreamstime retratando um congestionamento (não é da greve de caminhoneiros)

Enquanto a greve dos Caminhoneiros de todo o Brasil chega ao quarto dia, anunciam-se que combustível já falta em alguns postos, alguns hospitais suspendem procedimentos; ônibus operam com frota reduzida; excesso de carros nas ruas gera intermináveis congestionamentos (enquanto houver combustível para isso), há desabastecimento de supermercados e comércio em geral; já se cita a possibilidade de racionamento de energia em RO e de falta de água no RJ, o que pode se estender a todo o Brasil. Segundo a ABPA, animais transportados como “carga” também passam fome em bloqueios rodoviários há mais de 50 horas.

A greve acontece em protesto contra a alta no preço dos combustíveis, o diesel, por exemplo, teve aumento de 50% a partir de julho de 2017. Esta greve, que começou na segunda-feira, 21 de maio, causa bloqueios em rodovias de 22 Estados e no Distrito Federal. Apesar de algumas medidas da Petrobras para negociação de descontos no diesel, os caminhoneiros continuam a greve por não aceitarem os termos da negociação.

Esta greve e suas consequências nos leva a uma reflexão sobre a real importância das profissões. Há tempos, as profissões mais valorizadas têm sido Médicos, Advogados, Engenheiros e outras profissões ligadas ao ensino Universitário, mais ênfase se dá ainda a quem tem um título de Mestre ou Doutor, mas, na prática, a grande verdade é que todos são importantes e uns dependem de outros, queiram ou não admitir isso.

Os caminhoneiros param e, em consequência, param uma série de serviços, os meios de transporte que levam Médicos, Advogados, Engenheiros aos seus locais de trabalho, param de funcionar, se há falta de energia elétrica, os equipamentos caríssimos e sofisticados (em hospitais e empresas) não funcionam e, assim por diante. Da mesma forma, se os agricultores param, desabastecem as casas e hospitais. Os professores que ensinam as diversas matérias e as profissões também dependem de todo este sistema. A Costureira é importante e também depende do tecelão, a tricoteira e/ou crocheteira precisa de quem produz a lã. E assim por diante, e todos precisam de todos. Em meio a tudo isso, animais que são tratados como apenas “carne” sofrem sem alimento e sem nenhuma condição de sobrevivência…

Eu abordo este tema, entre outros temas importantíssimos, no meu novo romance “Armagedom Har Meggido (Ana e o Apocalipse). O título parece religioso, mas é um enredo que aborda teorias de conspiração, teletransporte, sonho lúcido, entre outras teorias e é fundamentando em meus estudos de Física Quântica (Universos Paralelos), Parapsicologia, Paranormalidade e Teologia. E mostra diversas situações de extrema reflexão, além de um divertido e polêmico romance entre uma androide e um humano. Tem tudo para ser um Best Seller, mas até agora foi lido por pouquíssimas pessoas porque, apesar de muita divulgação, nesta Internet monitorada, poucos tem acesso à real informação e livros como este meu, (apesar de ser considerado ficção científica) são relegados e até criticados pelos desavisados. Convido-te a ler este meu livro/e-book, acesse-o clicando aqui.

No mais, finalizando este pequeno artigo, só friso que, a menos que uma pessoa consiga produzir seu próprio alimento, suas próprias roupas, gere sua própria energia elétrica, sua própria água e saiba desenvolver diversas habilidades e profissões, é bom repensar quais são as profissões essenciais, as realmente importantes e o quanto todos dependem de todos neste planeta…

  1. 25 de maio de 2018 às 5:36

    Todo mundo está aqui para interagir, mas parece que os profissionais mais úteis são aqueles menos valorizados. Que tal colocarmos celebridades para dirigir os caminhões, já que elas são tão glamurizadas e estão no mesmo barco que nós todos, sem gasolina para o Fusca nem para o BMW, nem para o lotação nem para o helicóptero. BINGO!

  2. 26 de maio de 2018 às 15:18

    Grata por comentar, Erasmo. A questão é bem séria e pode piorar muito. As celebridades e todos que fazem parte do sistema estão bem, o povo é que, como sempre, fica com a pior parte… Mas, levando em conta a grande quantidade de críticas que recebemos ao tentar acordar o povo, talvez mereçam mesmo todo este caos… Lamentável!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: