Foto original Dreamstime, modificada por Anna Lou Olivier

Como já relatei algumas vezes, tive uma anoxia por afogamento aos 16 anos e isso me deixou algumas sequelas. Uma delas é ter uma grande dificuldade com idiomas estrangeiros. O Inglês, por exemplo, eu consigo ler e escrever, mas, em alguns momentos, tenho dificuldade em falar. E há momentos em que não consigo falar, ler nem escrever em Inglês…

Foi num desses momentos difíceis de me expressar em Inglês que me vi em uma discussão sobre veganismo. A questão, na verdade, iniciou-se com uma simples pergunta sobre sanduíches. Exemplos como “chicken” (frango) ou “ham” (presunto) foram citados. Sem pensar muito eu disse:

Life!

What???

E agora, como eu explicaria que tanto chicken quanto ham, para mim, são vidas, não recheio de sanduíches?

I’m vegan! Eu disse apenas isso.

O interlocutor que falava Inglês bem melhor do que eu disparou…

You mean that animals have life, but vegetables also have life, greens also have life …

Even stones have life too…

Pronto, eu tentei explicar e compliquei. Acabei citando uma frase dúbia que dizia que até as pedras têm vida… Se, por um lado, eu citei que tudo tem vida e deve ser respeitado, por outro abri mais a discussão sobre o direito de cada um comer o que bem quiser…

Mas, a partir desta cena, comecei a pensar melhor a este respeito. Como eu poderia sensibilizar alguém com argumentos em (meu limitado) Inglês… Foi ai que me ocorreu uma simples pergunta: Você pode me dizer onde está o coração de uma berinjela (ou beringela como se escreve em Portugal)?

Please tell me, where is the heart of an eggplant?

What???

You may know where is the heart of a chicken or a pig, but can you tell where is the eggplant’s heart?

Quando você corta um legume, ele não sangra, uma verdura não derrama lágrimas de dor ao ser cortada e não há um coração em nenhum vegetal… Como você pode comparar as vidas dos vegetais e dos animais?

Em Inglês, Português ou qualquer idioma, é preciso respeitar e preservar a vida…

That’ all!

Conheça meus projetos que ensinam veganismo com bases em Medicina e Nutrição.  Ana Vegana (para adultos) e Vampirinho Vegano (para crianças e adolescentes).

Ana Vegana com diversos artigos úteis, sugestões de pratos veganos, como cuidar de seu animal de estimação, etc.

Acesse, clicando aqui.

Vampirinho Vegano disponibiliza diversos desenhos animados, vídeos de ensaios e apresentações, muitas informações para crianças e adolescentes, tudo gratuito. Só os e-books são vendidos e toda a renda é doada aos animais abandonados.

Acesse o site, clicando aqui. Conheça os e-books, clicando aqui

Conheça outros títulos de autoria de Anna Lou Olivier (Lou de Olivier), livros impressos e e-books (alguns capítulos podem ser lidos gratuitamente).

Acesse, clicando aqui.